10891523_936391316372842_2694202912190136177_n

Amor de pais…Só incondicional

dianaadmin Amor, Amor Partilhado, Educação, Família, Psicologia Positiva 3 Comments

Pais,
o amor pelos vossos filhos só pode ser incondicional.

Nenhum filho precisa de se portar bem para ser amado e receber amor.

Nenhum filho precisa de fazer aquilo que os pais querem que faça para ser amado e respeitado.
Nenhum filho está no mundo para ser aquilo que os pais não conseguiram ser.
Nenhum filho está no mundo para ser usado a favor ou contra algum dos seus pais.
Nenhum filho está no mundo para salvar casamentos.
Nenhum filho está no mundo para viver sufocado no mundo dos seus pais.
Nenhum filho está no mundo para ser aquilo que os pais idealizaram para ele.

Pais,
deixem os vossos filhos crescer,
deixem os vossos filhos assumir a sua individualidade e os seus próprios gostos,
deixem os vossos filhos respirar,
deixem os vossos filhos tomar decisões e a aprenderem com elas,
deixem os vossos filhos dizer o que pensam e sentem,
deixem os vossos filhos ser criança,
com brincadeiras de criança,
com necessidades de criança,
com vontade de viver e de crescer.

Pais,
dispam-se de expectativas e aceitem os filhos que têm,
sem a sombra do que gostavam que eles fossem.

Pais,
as crianças aprendem com o que vivem e não com o que lhes dizem,
embora aquilo que lhes dizem sobre eles,
seja um pilar na construção do que são,
e na forma como se amam e vão amar o próximo.

Não há nada mais frustrante do que se sentir,
que o amor dos pais,
está depende de qualquer condição.

Não há nada mais frustrando do que crescer com a sensação de
não ser o filho sonhado ou idealizado.

Também os filhos,
não sonham com pais que não os aceitam como são,
nem que os rejeitam por serem diferentes.

Diana

Fotografia | Ritabela Santos

Comments 3

  1. Raquel Rosa

    Com dois filhos, de 15 e 3 anos de idade, incondicionalmente, a única condição para continuar a ser uma mãe feliz é saber que eles estão felizes, agora e depois.
    Agora estou cá para educar, brincar, conversar, apoiar e dar a mão.
    Depois, espero estar, para brincar, conversar, apoiar e dar a mão.

  2. Raquel Rosa

    Com dois filhos, de 15 e 3 anos de idade,a única condição para continuar a ser uma mãe feliz é saber que eles estão felizes, agora e depois.
    Agora estou cá para educar, brincar, conversar, apoiar e dar a mão.
    Depois, espero estar, para brincar, conversar, apoiar e dar a mão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *