Luis Duarte 16

Medo de ser quem és…

Diana Gaspar Uncategorized 0 Comments

Não tenhas medo de mostrares quem és.
Não temas os teus medos, as tuas falhas, os teus fracassos, as tuas dúvidas, as tuas perdas, os teus encontros e desencontros, as tuas forças e as tuas vivência. Não temas a dureza da tua história nem te aprisiones à vergonha de a teres vivido.
Não há nada mais extenuante que viveres a fingir o que não se é. Não há nada mais extenuante que viveres com uma máscara ou várias, para mostrar aquilo que acreditas que os outros querem ver e gostam de ver.
Viver para ser exige coragem e arrojo e leva-te a uma vida de paz e serenidade.
Viver para ser exige amor e coragem.
Amor por ti, por tudo o que és de melhor e pior. Amor pelo teu passado e pelo teu presente.
Amor pela tua história e pelo teu caminho. Amor por tudo aquilo que de mais belo e menos belo fizeste e vais continuar a fazer. Amor pela tua pele e por tudo aquilo que trazes dentro de ti.
Coragem para mostrar o teu cansaço e as tuas lutas. Coragem para agir mesmo no meio da tempestade. Coragem para mostrar todas as tuas cicatrizes. Coragem para falhar as vezes necessárias. Coragem para falar sobre gritos mal dados e palavras duras. Coragem para pedir desculpa, para ser humilde e abrir mão de uma qualquer razão.
Coragem para viver sem máscaras e sem farsas. Coragem para não temer lágrimas e dias tristes.
Coragem para abraçar com garra dias de glória e conquista.
Não há nada mais extenuante que viver para mostrar o que não és, preso ao teu desejo de perfeição e ao medo da rejeição por parte outros. Não te rejeites a ti e a tudo o que vive em ti.

Diana

Fotografia | Luís Duarte

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *