_DSC0050

Porque é que isto me tinha de acontecer agora?

Diana Gaspar Amor, Confiança, Determinação, Mudança, Relacionamentos, Ser Feliz Com Sucesso, Viver 0 Comments

As coisas, sejam elas quais forem, não têm hora para acontecer. Acontecem e ponto final.

Sentimos que muitas vezes não estamos preparados para o que vamos vivendo porque talvez tenhamos a ideia que controlamos o que circula à nossa volta, e aquilo que na nossa vida vai acontecendo. E perante esta crença de controlo, de previsão e planeamento, sentimos que somos assaltados quando estes sobressaltos acontecem. Na verdade, não são sobressaltos, nós é que os interpretamos assim. E assim ficamos muita vezes congelados, a contemplar o que aconteceu e não devia ter acontecido, porque não estávamos à espera.

E agora?

A vida é assim, cheia de acontecimentos inesperados que nos fazem repensar, reconstruir e recomeçar. O que fazer? Repensar nas crenças que temos que nos dizem que a vida não é feita de mudanças diárias, parece-me um bom começo. Viver mais e planear menos poderá ser uma interessante reflexão, sendo que planear menos não significa não orientação e gestão pessoal, mas mais descontração para viver aquilo que a vida nos vai oferendo, para nos colocar no caminho que escolhemos com mais consciência ou menos.

Depois de reflectir, é importante trazer à pele a coragem de arriscar na vida que queremos viver e aproveitar cada desafio para nos conhecermos, para percebermos onde estamos e para onde de facto queremos ir. A vida é uma aventura sem fim, onde o mais importante é sermos flexíveis para aproveitar tudo aquilo que a vida nos vai oferecendo com garra, fé e força.

Se aconteceu agora, foi porque tinha que acontecer. Aceitar o que veio sem resignação e assumir aquilo que queremos fazer com aquilo que nos aconteceu, é um ato de fé e determinação para a construção de um caminho de sucesso e amor, pelo vida e pelos sonhos.

Diana

Fotografia | Luís Duarte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *