2008_06_DSC_2051_b&w

Divórcios sem Velhos do Restelo!

Diana Gaspar Amor, Amor Partilhado, Família, Paz, Relacionamentos, Viver 0 Comments

Se na hora de casar não perguntamos a todos o que fazem parte da nossa vida, ou não, o que acham sobre esta decisão, na hora de “descasar” (se isso acontecer!) o mesmo princípio também se devia aplicar. Vou percebendo que os divórcios ganham muitas vezes dimensões de grande sofrimento porque existe uma necessidade particular de se tomar partidos e de se dar opiniões, como se de um jogo se tratasse. Parece existir um certo charme e poder em assumir posições, dizer quem está certo ou errado, quem foi o pecador e a vítima, quem ganhou ou quem perdeu, quem enganou ou foi enganado em praça publica, como se tudo isto não fosse um assunto do mais particular possível.

Na realidade, da vida de cada um sabe cada um, premissa igualmente válida para os casamentos, namoros e separações. Da vida do casal, só o casal sabe e estou certa que mesmo dentro do casal, a mesma situação pode ter leituras diferentes em momentos diferentes. Com isto, parece-me pouco salutar que na hora de divorciar se teçam tantos comentários, teorias, hipóteses e especulação. Este tipo de comportamento à volta de um casal que vê o seu projeto de vida chegar ao fim é tudo menos saudável e preciso. Já basta as dores pessoais, aquilo que foi vivido para se ver uma relação chegar ao fim.

Da vida do casal sabe o casa mesmo que aos olhos dos que vêem a relação de fora, tudo pareça irreal ou desajustado, que se tenham opiniões fundamentadas em teorias pessoais ou não. Ninguém tem o direito de acusar ninguém, nos fossem todos os nossos telhados de vidro. Ninguém tem o direito de criar jogos, especulação e dramas à volta daquilo que não lhe pertence, a relação, nem que faz parte da sua vida. Deixemos de lado os julgamentos e as especulações, ajudemos quem precisa de ajuda e aprendamos todos uns com os outros, com humildade, aceitação com amor e compaixão pelo próximo.

Diana

Fotografia | Adriano Branco Neves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *