Matias Novo

Sabemos mesmo quem somos?

Diana Gaspar Amor, Amor Próprio, Confiança, Determinação, meditação, Mudança, Viver 2 Comments

Sabemos o que gostamos, o que nos faz vibrar e amar, sabemos o que pensamos, sabemos o que queremos, às vezes, sabemos muitas coisas sobre nós e sobre os outros, no entanto, não sei se sabemos quem somos e quando o descobrimos. Acredito cada vez mais, que nos vamos descobrindo a cada experiência, a cada emoção sentida, a cada escolha …

_DSC0209

A importância do que sentimos…

Diana Gaspar Uncategorized 0 Comments

Não sentimos medo porque sim. Não sentimos tristeza e alegria porque sim. Não sentimos vergonha, arrependimento, compaixão e empatia porque sim. Não sentimos o que quer que seja porque sim, mas porque somos emoções também e todas elas nos trazem algum propósito e intenção. Tudo o que sentimos nos leva para um conhecimento sobre nós e sobre o mundo, e …

_DSC0576

Força e desconforto

Diana Gaspar Amor, Amor Partilhado, Amor Próprio, Confiança, Determinação, Mudança, Paixão, Viver 0 Comments

A liberdade é força e desconforto. Talvez o próprio desconforto seja o preço da liberdade e a força a sua energia motriz. É arrojado viver de acordo com o que sentimos, alinhados com o significado que vamos construindo sobre as nossas vidas. É arrojado, correr riscos de perdermos coisas, pessoas e relações, porque nos permitimos a viver livres e autênticos …

2008_12_DSC_0911

Só tu podes percorrer o teu deserto…

Diana Gaspar Amor, Confiança, Determinação, Mudança, Relacionamentos, Viver 3 Comments

Quando sentimos de forma prolongada dor, raiva, ódio, zanga, indignação, vergonha, arrependimento e uma série de outros estados que quando prolongados se tornam tóxicos, porque estamos mal connosco e com os outros, isso significa que temos um ou mais conflitos dentro de nós por resolver. Este conflito torna-nos pesados e intolerante, embora muitos de nós o consiga camuflar, fingindo que …

ATZ_6923

Sempre achei que não sabia escrever…

Diana Gaspar Amor Próprio, Confiança, Determinação, Diana, Mudança, Paixão 3 Comments

Sempre achei que não sabia escrever. Sentia que não conseguia articular as palavras e que não tinha conhecimentos de português suficientes para escrever de forma correta e bonita. Mas mesmo perante esta dificuldade, sempre sonhei em ser escritora. Lembro-me de passar numa livraria da baixa da minha cidade e imaginar, sonhar, delirar, não sei bem, que um dia, um livro …