Diana - Treino-11

O que é a psicologia tem a ver com a prática do exercício físico?

Diana Gaspar Confiança, Ser Feliz Com Sucesso, Viver 0 Comments

O que é a psicologia tem a ver com a prática do exercício físico?

TUDO ❤

Depois de qualquer tipo de treino físico sentimo-nos automaticamente melhor. Mais leves, mais aliviados, mais serenos, com mais energia, mais bem-dispostos, mais sorridentes, mais despertos, menos ansiosos, menos tristes, mais alegres, com mais consciência, com mais estima, com mais vitalidade… Sentimo-nos melhor e é esse o principal motor de qualquer atividade física: criar saúde física, emocional e mental.

Há centenas de estudos que o comprovam mas melhor do que qualquer prova cientifica é calçar as sapatilhas e uma roupa confortável, e ir treinar para perceber o impacto do treino.

Não precisas de ser atleta para o fazeres, nem teres qualquer tipo de pretensão desportiva. Basta quereres ter mais energia, mais saúde, mais amigos e uma vida com mais significado, acredito eu!

Assim sendo, podes fazer várias escolhas:

Para correr só precisas de umas sapatilhas e uma estrada e se não gostares de correr podes apenas caminhar;
Se não quiseres andar na rua podes escolher um ginásio;
Se não gostas de pesos ou de ginástica podes escolher uma modalidade sem pesos, o pilates, por exemplo é fantástico;
Se não gostas de estar com mais pessoas podes escolher treinar sozinho;
Se não gostas de nenhuma destas opções podes colocar uma música e dançar sozinho em casa ou ver um vídeo e seguires as suas instruções. Se não tens uma hora podes treinar só trinta minutos!

Quando movemos o corpo movemos a vida e sentimo-nos melhor nesta casa a que chamamos corpo.

Pessoalmente gosto de sair do meu conforto, aprimorar a minha as minhas capacidades e competências e melhorar sempre em tudo que faço. Porquê? Porque através do treino trabalho outras dimensões da minha identidade como a determinação, a concentração, o foco, a força, consigo escutar-me melhor, conhecer-me mais e cuidar de mim com outra consciência e amor.

Que sejamos sempre mais ações que palavras

Diana

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *