Diana-67

8 hábitos para alimentares a tua felicidade

Diana Gaspar Amor, Amor Partilhado, Amor Próprio, Confiança, Gratidão, Psicologia Positiva, Relacionamentos, Retalhos de amor, Ser Feliz Com Sucesso, Viver 3 Comments

Muito falamos sobre a felicidade mas parece continuar a ser algo inatingível e impensável. Porquê? Porque continuamos a investir mais tempo no que no faz sofrer do que nos faz sorrir, porque nos continuamos a alimentar do que nos intoxica e a investir pouco no que nos alimenta a alma, o coração e a mente. Mais facilmente ligamos a televisão numa telenovela cheia de desgraças do que num canal onde passam séries de humor e animação. Tudo existe neste mundo, mas convém percebermos onde colocamos o nosso foco, com o que nos alimentamos todos os dias e o que fazemos diariamente para nos sentirmos felizes, sendo que a felicidade é uma derivação da plenitude que contempla todas as emoções com aceitação e gratidão por tudo o que vivemos e chega até nós.

Assim sendo, se lavamos todos os dias os dentes e tomamos todos os dias banho para mantermos o corpo limpo e cheiroso, precisamos na mesma medida, de lavar todos os dias o nosso mundo emocional, mental e espiritual.

Assim deixo-te 8 hábitos que te vão ajudar a alimentar a felicidade dentro de ti.

1. Levanta-te quando o sol nasce
Já a minha avó dizia: é de manhã que se começa o dia! E não há como colocar em prática para se sentir o dia com outra disposição, alento e alegria. Levantar bem cedo é o hábito mais comum das pessoas mais felizes dizem-nos vários estudos sobre o assunto. A energia da manhã provoca outra disposição. Mas tão importante como levantar cedo, é a forma como nos levantamos. O que fazemos logo pela manhã? Ligamos a televisão e telemóvel, comemos em pé, atropelamos tudo e todos para chegarmos a horas ou levantamo-nos com tempo, com calma, com a serenidade precisa para o dia correr como desejamos? Levantar cedo e com o ritmo certo para além de dar vida promove qualidade de vida.

2. Deita-te quando o sol se põe
Este talvez seja o maior problema dos dia de hoje. Dormimos cada vez menos, pior, agarrados aos aparelhos eletrónicos e quando temos que “esticar” o dia retiramos sempre ao tempo para dormir. Diria mesmo que, o problema do século é a falta de sono e a qualidade duvidosa do mesmo. São centenas de casos que chegam todos os dias até mim de depressão, ansiedade, esgotamento e afins em que a privação de sono é uma das causa principais. Por isso, deitar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer!

3. Alimenta o teu corpo com alimentos frescos e saudáveis
O nosso corpo não é uma coisa, a mente outra e a vida emocional outra. Somos um todos sem caixas e aquilo que sentimos afeta o nosso corpo (quem nunca teve uma dor de barriga perante um momento de muita ansiedade) e aquilo que comemos afeta a forma como nos sentimos (quem nunca fez um grande almoço e no fim só queria dormir uma bela sesta?). Assim sendo, acredito que alimentos frescos, do nosso quintal ou do quintal do vizinho, sem produtos artificiais, cheios de vida, cultivados com amor e respeito nos dão energia limpa que nos permite sentir bem. Se comemos mal nunca nos vamos sentir bem.

4. Alimenta o teu coração com amor e gratidão
Não há alimento emocional mais poderoso que o amor. O amor tudo cura, regenera e alimenta. Quando vivemos por ele, com a intenção diária de o alimentar tudo o que vivemos é sentido de uma outra forma. Nem sempre conseguimos responder e cuidar com amor, mas se iniciarmos o dia com essa intenção tudo fica mais fácil de digerir, processar e escolher. E a fonte do amor é a gratidão e vice-versa. Quando nos alimentados de um alimentamo-nos do outro. O que podes agradecer todos os dias à vida logo pela manhã e ao deitar?

5. Semeia na tua mente aquilo que queres ver nascer e crescer na tua vida
Pensar no que não queremos não nos prepara para o pior, alimenta sim aquilo que queremos atrair. O nosso mundo acontece e constrói-se primeiro dentro de nós. Assim sendo, é fundamental que penses, logo pela manhã, sobre aquilo que queres alimentar na tua vida e no teu coração. Onde queres depositar a tua atenção? O que queres ver crescer? O que precisas para o fazer? Este é o caminho.

6. Cuida dos que amas como gostas que cuidem de ti.
Aquilo que semeamos colhemos, aquilo que damos ao outro damos a nós. As relações não vivem de intenções, vivem de acções diárias e consistentes.

7. Cuida de ti todos os dias com consciência, alegria e liberdade
Cuidar de ti não é só cuidar do teu corpo, do teu cabelo, das tuas unhas, roupa e etc. É acima de tudo cuidar do teu amor-próprio, da tua confiança, da tua coragem e das tuas fragilidades. Aqui começa a tua felicidade!

8. Desapega-te da inveja, do julgamento e da coscuvilhice.
E se em vez de invejares admirares? E se antes de julgares te lembrares dos teus telhados de vidro? E se antes de falares dos outros falares de ti? É isso!

Quem disse que a felicidade não dá trabalho? Talvez por isso tão poucos a consigam sentir!

Diana

Comments 3

    1. Post
      Author
  1. F«Gilda Ribeiro

    Foi muito bom relembrar, sim ás vezes esquece-mo-nos que fazemos todos parte de um planeta, que também ele agradece/evolui com o nosso amor incondicional, com a nossa Gratidão/alegria/felicidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *