11864812_1022149054470275_2744880366133802685_o

Amor-próprio

dianaadmin Amor, Amor Próprio, Confiança, Mudança, Paixão, Ser Feliz Com Sucesso, Viver 1 Comment

Vives uma vida suspenso e dependente de tudo aquilo que achas que te trará o amor e a estima.

Suspenso no elogio que não chega,
nos reforços que podem nunca vir,
na pena que inconscientemente queres que sintam por ti,
na ausência de coragem para saíres do sofrimento em que estás, no amor que partiu,
no amor que não chega,
naquilo que os outros pensam de ti,
na falta que esperas que os outros sintam por ti,
no reconhecimento profissional que não chega.

Suspenso e em sofrimento, vives grande parte da tua vida à espera que te consigas amar,
à espera que possas fazer tudo bem para então seres digno do teu amor e da tua admiração,
à espera que aconteça algo marcante e significativo que te faça sentir bem na tua pele, na tua vida, na tua essência,
à espera que os outros mudem para então conseguires respirar profundamente dentro de ti.

Venho-te dizer que são esperas inglórias, porque por muito que tenhas ou possas vir a ter tudo isto, o amor só nasce e cresce dentro de ti, nunca fora, só por ti próprio, não pelos outros.

Não esperes mais e sai desse estendal de lamúrias de falta de amor.

Venho-te dizer que não precisas de fazer tudo bem para te amares.

Venho-te dizer que não precisas de ser o homem ou a mulher mais atraente para amares o corpo imperfeito que te pede atenção e amor.

Venho-te dizer que não precisas que te digam que fizeste alguma coisa de bom para te sentires confiante.

Venho-te dizer que não há amor de nenhum homem ou mulher que te faça amar a ti.

Venho-te dizer que largues os impossíveis, os “não consigo” e os porquês.

Venho-te convidar a aprenderes a viver a tua vida, com o amor que já vive dentro de ti e que não estás a conseguir ver.

Diana

In Amor-Próprio

Fotografia | Ana Lopes

Comments 1

  1. Rosa Maria Sousa

    Olá
    O meu nome éRosa tenho 54 anos acabados de fazer e tomei antidepressivos durante 24 anos.
    Estou numa faze da vida de tomada de consciência.
    Questiono muito neste momento é a minha falta de esperança me faz estagnar e claro sofrer.
    Sofrer por solidão, por medo, por culpa
    E tantos outros sentimentos.
    Não estou a conseguir agir ou reagir
    Sinto que desisti da vida.
    Grata
    Rosa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *