11667364_1071352986211115_429681012948847612_n

A felicidade mora dentro de nós

dianaadmin Amor, Amor Partilhado, Amor Próprio, Paz, Psicologia Positiva, Viver 1 Comment

Acreditamos que vamos ser felizes quando atingirmos determinado relacionamento, trabalho, carro, roupa, imagem, viagem e outro qualquer objectivo sonhado e desejado.

Sabemos que atingimos muitas destas “coisas” ao longo da vida, e que grande parte das vezes não nos sentimos mais felizes por isso, por muito que nos possamos sentir melhor…

O que éramos de nós sem estes desejos e objetivos? Não seríamos os mesmo certamente, porque são eles, os objectivos e os sonhos, que nos fazem avançar, que nos fazem desejar viver, que nos permitem crescer e transformar para viver de outra forma, com a sua concretização.

No entanto, não são eles, os sonhos e os objectivos que nos permitem estar ou ser feliz. Quantos de nós já atingimos algumas coisas e passado algum tempo, não muito, da sua aquisição ou concretização, nos sentimos na mesma há espera da felicidade que afinal não chegou como tínhamos imaginado?

A felicidade não se conquista nem se ganha, sente-se apenas, e é a forma de viver o percurso até atingir aquilo que desejamos.

Se estamos à espera que algo externo a nós, nos possa fazer sentir felizes, então, nunca o vamos ser. Somos seres em constante mudança, ninguém é hoje o que foi ontem, nem amanhã o que é hoje.

Estamos em constante transformação e também em constante evolução, onde os desejos e os sonhos se vão somando e vivendo, mas a felicidade não vem desse somatório.

A felicidade mora dentro de nós, pela forma como vivemos a nossa vida, na nossa pele, na forma como lidamos com o que pensamos, na forma como vivemos o que sentimos, na forma como somos pessoas, na forma como vivemos os nossos princípios, na aceitação daquilo que vivemos e somos, na valorização da simplicidade, na forma como integramos o passado e nos libertamos do futuro, e na liberdade para assumir as nossas verdades internas.

Quando estamos congruentes e incondicionalmente connosco, então acredito que somos felizes só por si!

Diana

Comments 1

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *