TLS5

Ama-te sem Culpa!

dianaadmin Amor, Amor Próprio, Paz, Relacionamentos, Viver 4 Comments

Veste a tua vida de responsabilidade, não de culpa.
A culpa só te traz dor, a responsabilidade, poder.
 
Veste-te do teu poder pessoal, das tuas forças e daquilo em que acreditas.
 
Se sentes culpa é porque acreditas nessa palavra, é porque acreditas que na vida há vitima e culpados, e que há alguém superior a ti que sabe mais qualquer coisa do que tu, sobre a vida de todos e sobre a tua própria vida que tem o direito de te condenar do que quer que seja. Mas és tu que lhe dás esse poder e essa permissão, e não o inverso.
 
Assume a responsabilidade por hoje gostares de coisas que não gostavas anteriormente,
Assume a responsabilidade de quereres hoje alguma coisa que não querias ontem,
Assume a responsabilidade pela tua mudança, pelos teus desejos e pela tua vida.
 
A culpa só te vai atrelar a uma visão de erro e de julgamento, que nada acrescenta valor à pessoa que és, e muito menos te traz algum tipo de aprendizagem, antes pelo contrário.
 
Assume a tua autenticidade,
Assume que vive em ti tudo o que precisas para viver de acordo com o teu eu e os teus desejos, e que de forma verdadeira e honeste contigo próprio vais vivendo de acordo com ambos.
 
Serás sempre responsável, já culpado, será sempre uma opção e uma escolha tua.
Se é toxica, se te faz sentir mal e não te permite avançar, despede-te dela, sem bilhete para a viagem de regresso.
Diana
Fotografia | Teresa Lamas Serra

Comments 4

  1. João

    É complexa essa visão na minha cabeça.
    Sinto culpa por amar e sinto culpa por não acreditar.
    Sinto que estou ou não intoxicado por coincidências ou não. Sinto-me confuso sem saber que rumo dar à minha consciência se culpado se vítima.
    Sei que amo a dobrar ou por e simplesmente amo unicamente sem vontade de avançar. O medo de perder o que construí e com a não certeza do futuro que me poderá ou poderia aguardar.
    Pois não sei. Duvido, por vezes tenho certezas, e por vezes não sei o que tenho.
    Sim sei o que tenho. Muitas dúvidas e poucas ou nenhumas certezas.

  2. bruno fernandes

    Boas Diana! Nunca , comentei o teu blog, mas vi-me hoje na contingência de o fazer. Antes demais parabéns pelo excelente blog, focas vários assuntos pertinentes e concerteza que os mesmos dão novos fôlegos a quem necessita ( e outros demais) dessas tuas palavras. Abordas aqui um assunto deveras importante no que toca ao amor próprio , tanto quanto também a necessidade de sermos leais a nós mesmos no sentido de adquirir uma responsabilidade de amor interior que nos faça saber crescer na devida medida. Excelente Blog e parabéns!

    1. Post
      Author
  3. Teresa

    Como sempre as palavras da Diana são totalmente o espelho daquilo que se passa e que no dia a dia cada um de nós acaba por fazer mesmo inconscientemente, porque por vezes vivemos tão obcecados por agradar aos outros que nem pensamos o quanto somos importantes e por isso mesmo responsáveis por tudo o que assumimos.
    Obrigada Diana.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *