João Marques16

Procuras a tua paz interior?

dianaadmin Gratidão, meditação, Mudança, Paz, Viver 2 Comments

Então ama-te,
ama todas as tuas imperfeições,
perdoa todos os teus erros,
e redefine-te perante eles.
Acredito que os erros te tornam humano,
e mais compreensível com o mundo dos outros.
Transforma a tua culpa em perdão,
transforma a tua falta de amor em paixão.
 
Apaixona-te por quem és,
abraça-te nem abraço sem fim,
diz, amo-me, perdoa-me, sou perfeito tal como sou.
 
A paz nasce do teu amor,
da forma como te olhas no passado,
para a esperança que colocas em ti no futuro,
na gratidão e na calma com que vives o presente.
 
Semeia a paz dentro de ti,
para a conseguires ver,
e viver fora.
 
Tu, eu, nós somos e seremos sempre perfeitos apesar de
todas as nossas imperfeições.
Consciente da tua condição falível,
escolhe o amor e paz,
e despede-te da zanga e da culpa.
 
Respira fundo,
está tudo bem como está.
 
Diana
 
Fotografia | João Marques

Comments 2

  1. Regina Andrade

    Adorei…cada palavra ..cada frase e simplesmente me identifico com este poema, e preciso muito respirar bem fundo…e lutar e me amar acima de tudo…e tentar perdoar..e seguir

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *